promessas

A vida é curta.

Mas, nos anos que dura, cabem muitas promessas; promessas estas que parecem exigir serem prometidas.

Pois então, promessas são feitas, e sonhos nascem delas.

Só há um problema: não há promessa que possa ser cumprida.

Os sonhos que nascem com cada uma transformam-na em algo intangível, transcendental, muito maior e cheio de expectativas do que a coisa prometida.

E aos prometidos é tudo o que sobra, apenas os sonhos. Aos prometedores, às vezes sobra a consciência. Por outras vezes, não sobra nada.

E é pelo sonhos frustrados que prometemos mais uma vez, e outra,  e outra.

Anúncios

~ por Mari em 22 de outubro de 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: