escolhas

E então, ela sentou-se mais uma vez para fazer uma lista de todas as coisas que a faziam feliz.

“Ipê roxo. Eu mesma. Ela, pequena. Todo o resto. E todas as escolhas bem feitas.”

Às vezes as escolhas mais difíceis e amargas provam-se deliciosamente doces.

Ela tocou o espinho mais pontiagudo de todos sem medo de se ferir. Acabou por provar que na verdade ele era macio e acalentador por trás da aparência hostil.

O dia lá fora ia escurecendo aos poucos, e ela apreciou o vento nas flores roxas do Ipê.

 

Peço que compreendam como quiserem, e, a quem interessar, que leve embora consigo a boa notícia: estou bem! E bem de verdade, comigo e com todos!

Um comentário sobre “escolhas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s